EXPANSIVOS

Demolições sem dinamite

logo video

Pedido de informaçao

Modo de utilizaçao

- A PERFURAÇÃO

Nas ilustrações que aparecem na parte inferior da página, encontrará um exemplo de cada um dos casos mais frequentes na altura de fazer uma perfuração com CBA® EXPANSIVO. Se a rocha ou material a demolir está como na (fig.1), é um dos casos mais fáceis que podem surgir, sendo o custo da demolição com CBA® EXPANSIVO inferior a qualquer meio tradicional.

Supondo que tem um volume de 1 m3, com 4 orifícios, a uma malha de 40 cm e uma quantidade de 3 kg de CBA® EXPANSIVO, a rocha fragmenta-se em 10-12 pedaços.

FIGURA 1

Se fosse como na (fig. 2) e queremos cortá-la para que fique ao nível do solo, é um caso como o anterior, fácil e económico. Com 2 ou 3 orifícios asseguramos o corte horizontal, para depois, com um meio mecânico retirarmos a rocha. A quantidade utilizada de CBA®

EXPANSIVO não será superior a 3 kg para 1 m3 (aproximadamente).

Quando queremos tirar um pedaço de pedra abaixo do solo a demolição deve ser efectuada por etapas, para obter uma maior eficácia. Segundo a (fig.3) carregaríamos a primeira fila de orifícios. A seguir, com uma diferença de entre 30 minutos ou uma hora, carregaríamos a segunda e assim sucessivamente.

   FIGURA 2   FIGURA 3

Se o que queremos é dar um nível no solo ou na rocha, o procedimento seria mais ou menos como o anterior, se bem que teríamos que perfurar uma fila horizontalmente (fig.4) com uma ligeira inclinação para favorecer o seu enchimento e limitar o corte.

Assim conseguimos romper primeiro a horizontal. Depois a primeira fila e com uma margem de tempo a segunda fila (fig.5) etc.

FIGURA4   FIGURA 5

Na (figura 6) observamos uma pedra das chamadas Galápago. Se quisermos cortá-la, perfuramo-la horizontalmente, com uma inclinação suficiente para facilitar o seu enchimento.

FIGURA 6

Se quisermos fazer um quadro na rocha abaixo do solo, o primeiro passo seria perfurá-la com uma inclinação de 45º para retirar a parte superior (fig.7).

Seguidamente, deveremos efetuar o corte desejado, dando sempre saída a uma carga (fig.8).

figura 7   figura 8

¡Atención! Este sitio usa cookies y tecnologías similares. Puede encontrar más información en nuestra Política de privacidad.

Usted acepta las cookies de este sitio

EU Cookie Directive Plugin Information